segunda-feira, 16 de março de 2009

TUA ITAPEMA

Tua Itapema



(FOTO JOTA JUNIOR)

Deixa-me ser tua Itapema
linda, aos pés do mar
que eu te consagro
mais uma vez
ao amor infinito.

Vem pelo istmo
do desejo incontido
e te apossa
da minha geografia...

Faz em mim tua morada
teu refúgio, tua estadia.

Percorre
meus caminhos todos
desbravando as penínsulas...

Faz de mim tua estrada
teu remanso, tua poesia.

Eu te recebo inteiro
o gozo, o sonho, o riso
e tu te apossas, enfim
de mim, prá sempre
somente tua:

O teu paraíso!


Malu Sant’Anna


2 comentários:

Malu disse...

Não deveria "me comentar", parece-me anti ético, mas esse poema foi feito para o homem da minha vida e é a declaração de amor que cabe no tanto que ele significa na minha vida.

Rose Chiossi disse...

É uma de minhas preferidas!
Toda poesia quando feita com amor, tem vida e é sentida por todo aquele que ler.

Amo-te!