terça-feira, 24 de março de 2009

(FOTO BEN GOOSSENS)


A linha que separa a fantasia da realidade é
Frágil, e quando menos esperamos, ela se rompe.

O que eram dúvidas viram certezas.
O que era certo agora é errado.
Caminhos tortuosos,
Rotas desviadas.
Sonhos inacabados.
Desejos contidos.

O que fica é o sentimento
Que bagunçou nossas vidas
Virou-nos ao avesso
Revisou conceitos
Quebrou regras
Virou amargura
Beijos desejados
Olhar disfarçado
Um sorriso
Um toque
Um olhar
...

O desejo se fez mais forte que a razão,
E como tempestade revirou a nossa vida.
Deixou marcas para sempre em nós dois,
E a dúvida de que haja outro amor que supere
E que nos faça esquecer de nós mesmos e de
Todos os momentos... do tempo em que vivemos...

O tempo dirá.

Rose Chiossi

2 comentários:

Malu disse...

Sonhar é preciso... Toda realização nasce em um desejo. O mundo dá suas voltas, mas o amor é sempre maior que o tempo e a distância. Muito belo, Primma-Dona! Lindo poema. Bjus, amote!

Lena disse...

O tempo...Aaaah...as vezes ingrato...mas sempre sábio...lindo derramamento, Rose! Bjo,Leoinha minha!