terça-feira, 3 de março de 2009

MAR DE LETRAS

(Foto Jean-Sebastien Monzani)

Penso que sou palavras
Nesse mar de letras que se
Agiganta e me engole
Me engasgo, me afogo
Sem afago, sem fogo
Sem ar...Me limito...

Penso que sou palavras
E essa não certeza me tole
Me castra... me solta de
Mim...Penso, apenas...

E no vácuo dessa
Incerteza eu verso, cola
Na mão, juntando as
Letras...deixando marcas
Da minha imperfeição
Amontoada em páginas
(re)viradas.

Lena Ferreira


2 comentários:

Mari´schurr disse...

Esse mar, eu quero me banhar cada dia mais..
hhe
lindo lindo.. bjs

Malu disse...

Fino trato. Bom demias, Sirena, minha Mamuska linda! Amote!